Mostra Textual “Prazer de Escrever” – Conheça o Professor e Escritor Júlio César Farias

Júlio César Farias

 

  29/3/1966 Rio de Janeiro, RJ

Biografia:

Professor na Escola Municipal Joaquim Nabuco. Pesquisador da linguagem na cultura popular. Escritor. Jornalista. Bacharel em Letras (Português-Literaturas) pela Universidade Veiga de Almeida, em 1990, e em Comunicação Social (Publicidade e Propaganda) pela FACHA-RJ, em 1992. Cursou Pós-Graduação Latu Sensu, com especialização em Lingüística Aplicada ao Ensino, na UERJ, em 1993. Mestre em Língua Portuguesa pela UERJ, em 2001. Em 2006 prestou colaboração ao corpo de funcionários do Conselho Estadual de Cultura, do Rio de Janeiro. Secretário Geral do Conselho Estadual de Cultura desde 2007.

Dados Artísticos:

Em 2001, publicou sua dissertação de Mestrado “Para Tudo Não Se Acabar Na Quarta-Feira-  A Linguagem do Samba-Enredo”, em que  analisa os recursos expressivos de sambas-enredos da década de 1990. Em 2004, editou “Aprendendo Português Com Samba-Enredo”, primeiro livro didático com o gênero musical, para o Ensino Médio. Lançou em 2005, no Amazonas e no Rio de Janeiro, o livro “De Parintins Para o Mundo Ouvir” Na Cadência das Toadas dos Bois-Bumbás Caprichoso e Garantido”, resultado de pesquisa de três anos, em que mostra o famoso Festival Folclórico de Parintins e analisa a estrutura lingüística de sua música, as toadas de boi.  Colaborador do Centro de Memória do Carnaval LIESA-RJ, Colunista dos sites papodesamba.com.br e Parintins.com. Membro do Conselho do Instituto do Carnaval da Universidade Estácio de Sá. A partir de 2004, faz análises lingüísticas dos sambas-enredos para os libretos, revistas e sites das escolas cariocas do Grupo Especial. Participou de diversas palestras e seminários sobre carnaval e cultura popular no Rio de Janeiro, em Minas Gerais, em São Paulo, na Bahia e no Amazonas, dos quais se destacam: “Samba-Enredo e Língua Portuguesa”, na Universidade Estácio de Sá, em 2003; “A Evolução do Samba-Enredo”, na Bienal da Bahia, em 2003; “O Lugar das Tradições no Carnaval da Modernidade”, no Seminário Carnaval em Debate no G.R.E.S. Porto da Pedra, em 2003; “O Samba-Enredo na Escola”, no Salão de Leitura e Tecnologia de Duque de Caxias, em 2003 e nas Faculdades Hélio Alonso e no Sinpro-Rio, em 2004; no Programa de Reflexão e Debates para a Consciência Negra, com a temática “O Legado Africano nas Artes II: Música, Samba e Carnaval”, em 2005;  “A Epicidade no Samba-Enredo”, no Instituto do Carnaval da Universidade Estácio de Sá, em 2005. Participou, na Universidade Federal do Amazonas, em 2005, da IX ABANNE (Reunião de antropólogos Norte-Nordeste) com o tema “Características Discursivas do Suporte Lítero-Musical do Carnaval Carioca e do Festival Folclórico dos Bois-Bumbás de Parintins”. Publicou diversos artigos em jornais, revistas e sites sobre carnaval e cultura popular. Recebeu, em 2005, Moção de Louvor e Aplauso da Câmara Municipal do Rio de Janeiro em reconhecimento de sua atuação como jornalista do site “Papo de Samba” na cobertura do carnaval carioca. Foi jurado, em 2005, do troféu “Olhômetro”, que premia as escolas de samba mirins do Rio de Janeiro e, em 2006, jurado do troféu do jornal “Tribuna do Samba”, que premia as agremiações do Grupo Especial e do Acesso A. Foi comentarista de enredo e samba-enredo do carnaval 2006 na Rádio Tupi-AM, No Rio de Janeiro e, no mesmo ano, atua como colaborador do programa “Vai dar samba”, da Roquette 94Fm, com a coluna samba na ponta da língua. No início de 2007, comandou a coluna “Samba, cultura e arte”, no programa “Andarilho do Samba”, na Rádio Manchete-AM. Neste mesmo ano fez a defesa de enredo e samba-enredo das Escolas de Samba Unidos da Tijuca, no Grupo Especial, e Renascer de Jacarepaguá, no grupo de Acesso. De 2007 a 2009, fez a defesa de enredo do G. R. E. S. Unidos da Tijuca, no Grupo Especial do RJ. Julgou desfiles de Escolas de Samba em Santa Catarina (Joaçaba – 2007), no Rio de Janeiro (Grupo Rio de Janeiro I, em 2010) e Rio Grande do Sul (Uruguaiana – 2010). Nesse período, além de exercer a função de professor de Língua Portuguesa, na rede municipal de ensino, também atua como Secretário Geral do Conselho Estadual de Cultura do RJ e Diretor Cultural e coordenador do Centro de Memórias da escola de samba Unidos da Tijuca. Em 2010, lançou, pela Litteris Editora, o livro “Bateria – O coração da escola de samba”. Nesta obra, analisa e explica a função de todos os instrumentos em uma bateria de escola de samba, bem como a estrutura interna de uma bateria: As funções e as posições de cada integrante, contextualizando-os com o restante da escola de samba. Neste livro, faz também uma análise objetiva das baterias das principais escolas de samba do grupo especial do carnaval Rio de Janeiro.

RESENHAS DOS LIVROS DE JULIO CESAR FARIAS

PARA TUDO NÃO SE ACABAR NA QUARTA-FEIRA – A LINGUAGEM DO SAMBA ENREDO

 

Neste livro, adaptação da sua dissertação de mestrado, o pesquisador Julio Cesar Farias analisa os recursos expressivos de sambas-enredos da década de 1990, identificando as estratégias discursivas utilizadas pelos compositores do gênero. Esta obra está sintonizada com os novos tempos, no que se refere às pesquisas científicas de corpus não-literário: a linguagem do samba-enredo. Depoimentos históricos de personalidades do Carnaval carioca sobre o tema enriquecem esta minuciosa pesquisa.

APRENDENDO PORTUGUÊS COM SAMBA-ENREDO

 

Julio Cesar Farias publicou o primeiro livro didático que utiliza as letras do gênero musical samba-enredo. Contemplando todos os aspectos da gramática, estilística e literatura brasileira, o livro todo é composto de exercícios propostos a partir de textos de samba-enredos do Carnaval carioca.

NA FANTASIA DE UM ETERNO FOLIÃO – CRÔNICAS CARNAVALESCAS

 

Neste livro, com um toque de humor e lirismo, Julio Cesar farias nos leva a reviver, dos bastidores aos desfiles de Escolas de Samba, divertidos fatos e curiosas histórias do cotidiano do Carnaval carioca. Sob a ótica de uma pessoa totalmente envolvida com a festa momesca, além de apaixonado folião, o autor nos apresenta, numa linguagem leve e divertida, dezoito crônicas que mostram os bastidores e as especificidades de realização de cada uma das etapas que envolve um desfile de Escola de Samba.

 O ENREDO DE ESCOLA DE SAMBA

O pesquisador Julio Cesar Farias, nesta obra, faz um inventário do enredo até chegar aos dias de hoje. Passo a passo, com objetividade, clareza e didatismo, o leitor acompanha a evolução dessa criação genuinamente nossa, até chegar ao superespetáculo de hoje. Tudo isso ilustrado com inúmeras flagrantes fotos do Carnaval carioca e depoimentos de carnavalescos, os profissionais responsáveis pela constituição artística dos desfiles. Para dissecar o tema enredo, o autor utilizou-se, principalmente, em sua investigação, do Manual do Julgador, que contém as recomendações de aferição das notas, do Regulamento dos Desfiles, com as regras dos desfiles e das justificativas das notas atribuídas no Carnaval de 2006. Em seu estudo, o autor nos apresenta um breve histórico do enredo, os problemas com a censura, agrupa extenso exemplário de enredos em categorias, e explica detalhadamente todas as fases de criação e o percurso do enredo dentro de uma Escola de Samba – da escolha ao samba-enredo. E ainda traz nos anexos gráficos, mapa das notas, sinopses e sambas-enredos do Carnaval 2006.

COMISSÃO DE FRENTE – ALEGRIA E BELEZA PEDEM PASSAGEM

Este livro apresenta um dos segmentos mais tradicionais e aguardados das Escolas de Samba – a Comissão de frente, que faz a abertura dos desfiles. O autor revela as particularidades deste importante setor das agremiações carnavalescas, cuja apresentação constitui cada vez mais um espetáculo à parte para o público. É uma abordagem minuciosa do quesito, analisado mediante suas particularidades artísticas e técnicas e sua evolução histórica.  A obra mostra elementos observados na relação entre a comissão de frente e o enredo, caracterização (maquiagem), acessórios (adereços, tripés, efeitos especiais) e fantasias, a teatralização e o uso do humor e do circo são alguns dos temas abordados. Julio Cesar Farias fez ainda uma análise dos julgamentos dos carnavais de 2007 e 2008 do quesito, reunindo belíssimas fotos, e apresenta depoimentos de carnavalescos e coreógrafos que enriquecem ainda mais a pesquisa, tudo pra que o leitor entenda com clareza como funciona o segmento.

BATERIA – O CORAÇÃO DA ESCOLA DE SAMBA

Nesta obra, Julio Cesar Farias faz um inventário sobre a Bateria, dos primórdios dos desfiles até os dias de hoje. Passo a passo, com objetividade, clareza e didatismo, o leitor pode acompanhar todos os detalhes referentes à orquestra de percussão do samba, tudo ilustrado com dezenas de fotos históricas antigas e atuais. O livro traz, entre outros tópicos: as origens do samba e do samba-enredo; a relação da música da bateria com religiões afro-brasileiras; os instrumentos musicais utilizados e suas características; a disposição das peças na formação da ala; as batidas por minuto (BPM’s); as convenções, bossas e coreografias realizadas; as manobras do grupo nos boxes; os ensaios; o julgamento do quesito; os elementos constituintes e os vinculados à bateria, como os ritmistas e sua formação musical, diretores e mestres de bateria, fantasia e adereços, rainha de bateria, carro de som, puxadores de samba; passistas; discografia; premiações; depoimentos dos mestres; modelos da ficha técnica e do mapa de notas.

DE PARINTINS PARA O MUNDO OUVIR – NA CADÊNCIA DAS TOADAS DOS BOIS-BUMBÁS CAPRICHOSO E GARANTIDO.

 O pesquisador Julio Cesar Farias, expõe nesta o resultado de uma pesquisa de três anos, onde mostra o famoso Festival Folclórico de Parintins e analisa a estrutura linguística de sua música, as toadas de boi.

Sobre Escola Joaquim Nabuco

A Escola Joaquim Nabuco foi inaugurada no dia 24 de janeiro de 1950, começando a funcionar em abril do mesmo ano, com 706 alunos matriculados. Esta localizada à Rua Dona Mariana, nº148 em Botafogo no Rio de Janeiro. Twitter: @Escola_JN
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s